implantodontista em cascavel

Idade para implantes dentários: até quando?

Idade para implantes dentários: até quando?

A idade para implantes dentários é questionada pelo paciente e pelos familiares. Grandes dúvidas chegam como: A cirurgia traz algum risco? A recuperação é difícil? É muito complicado e vai precisar de enxerto ósseo? Vamos esclarecendo essas dúvidas uma a uma.

A CIRURGIA TRAZ ALGUM RISCO? Todos os riscos serão investigados na consulta. Não tem idade para implantes, o que tem é a necessidade saúde e cuidados para esse tratamento.  Para tanto, é importante que o paciente conte a sua história de saúde atualizada, os exames de saúde recentes, os medicamentos e tratamentos realizados.  Por exemplo, é  importante ressaltar que alguns medicamentos não podem estar em uso.

RELAÇÃO MÉDICO E DENTISTA. Em alguns casos, haverá a necessidade de uma conversa entre o médico e dentista para acertar detalhes. Portanto, desde que a avaliação seja cuidadosa, todos os riscos serão calculados e reduzidos ao mínimo e ao gerenciável.

CIRURGIA ORAL MENOR. A princípio, a cirurgia de implantes é feita no próprio consultório, diminuindo ao máximo os riscos de infecção. Na maioria das vezes é considerada uma cirurgia de pequeno porte, sem necessidade alguma de internação.

A RECUPERAÇÃO É DIFÍCIL? É importante analisar que serão necessários alguns cuidados pós-operatórios normais como alimentação pastosa por 10 a 15 dias, gelo, repouso e uso correto da medicação contribuem muito. A escolha de um profissional experiente também fará com que a cirurgia seja menos traumática e o pós-operatório mais tranquilo. Em nossa prática profissional, associamos a acupuntura, auriculoterapia e laserterapia levando a um pós-operatório muito confortável! Acompanhe os artigos sobre os temas se desejar compreender como amenizamos em muito todo o desconforto pós-operatório.

VAI PRECISAR DE ENXERTO ÓSSEO? Se vai precisar ou não, tudo depende do grau de perda óssea através dos anos. Mas é preciso entender que as técnicas hoje avançaram muito! É importante saber que necessidade de enxertos diminuiu muito ao longo dos anos. Se você já fez alguma avaliação para implantes, vale a pensa retomar a conversa para saber o que há de novo hoje!

A idade traz problemas à recuperação? Estas e outras são as questões mais frequentes. Compreenda que mplantes dentários são a melhor opção para a restituição da capacidade mastigatória em 100%, portanto sempre vale a pena esse investimento em saúde.

E A IDADE? Obviamente quanto antes, melhor é a recuperação. A melhor idade para implantes, é o quanto for possível, para se beneficiar por mais tempo todos os ganhos na saúde.

Mas por todos os benefícios observados na melhoria da saúde geral, pela melhoria da mastigação, da fala e socialização, no senso de sabor, na absorção adequada dos nutrientes e prolongamento da saúde geral através da saúde bucal… está esperando o quê? Em resumo, converse com um especialista para esclarecer dúvidas e começar a preparação para ter implantes.

Sou Dra.Cristina Miura, especialista em Periodontia e Implantes. Tem alguma dúvida relacionada aos implantes? Escreva aqui que ficarei feliz em te ajudar!

 

Posted by Dra. Cristina Miura in Todos
Cuide dos seus implantes! Como mantê-los saudáveis por toda vida?

Cuide dos seus implantes! Como mantê-los saudáveis por toda vida?

Implantes funcionam como dentes e sofrem todas as agressões comuns na boca também. Higiene ruim, fio dental deficiente, diabetes, menopausa, vitamina D baixa, bruxismo… e o mais grave de todos: a falta de manutenção profissional.

MANUTENÇÃO. Cuide dos seus implantes! É importante que um profissional confira se não há inflamação ou sangramento, se não há periimplantite, se não há perda óssea e tantos outros itens que garantam a longevidade dos seus implantes. Os dentes sofrem muitos esforços: mastigação, escovação e as mudanças biológicas da saúde. Tudo isso precisa ser revisado!

UMA RADIOGRAFIA ANUAL É DESEJÁVEL. Muita coisa muda todos os anos, portanto, o acompanhamento radiográfico para saber se tudo anda bem, é muito importante! É a única forma de identificar uma perda óssea em fase bem inicial.

CUIDE DOS NÍVEIS DE VITAMINA D. A vitamina D, que também foi apelidada de “vitamina do sol”, é aquela que produzimos com a pele em contato com o sol. Principalmente entre 10h e 14h. Ela é importantíssima para o metabolismo do cálcio, para que este seja fixado nos ossos. Tem um efeito antimicrobiano muito importante para a proteção contra a as infecções, inclusive as dentárias. Mas… nessa vida moderna, fugindo do sol e cobertos de protetores solares, os níveis de vitamina D das pessoas pode estar baixo. Portanto, converse com um profissional de saúde e sempre acompanhe para saber se seus níveis estão adequados.

APARELHO JATEADOR PARA QUEM TEM IMPLANTES QUE SUSBSTITUEM AS DENTADURAS! Isso é muito importante!!! Algumas marcas como Waterpick ou Jetpick fabricam aparelhos que fazem um jato d’água bem forte para a higiene! Essas próteses de protocolo são grandes e difíceis de higienizar através de outro método. Converse com seu dentista para melhor lhe orientar sobre este uso.

TROCA DE PARAFUSOS PARA QUEM TEM PRÓTESES PROTOCOLO. Quanto esforço mastigatório uma prótese sobreimplante acaba sofrendo ao longo de um ano? Muito!!! Portanto, a troca desses parafusos é muito importante para prevenir problemas. Cuide dos seus implantes para que seu investimento dure por toda a vida!

 

 

Posted by Dra. Cristina Miura in Todos, 3090 comments
Carga imediata. Dá mesmo para colocar um dente e implante no mesmo dia?

Carga imediata. Dá mesmo para colocar um dente e implante no mesmo dia?

O sonho de repor dentes perdidos por dentes fixos deixa muitas pessoas perdidas quanto à melhor técnica. A carga imediata, que é colocar o dente no mesmo dia da colocação do implante seria mesmo uma técnica que funciona?

  1. É UMA TÉCNICA QUE FUNCIONA! A carga imediata tem grande comprovação científica e consiste na colocação do dente para função estética e mastigatória em menos de 72 horas. De preferência, dentro do possível, no mesmo dia.
  2. EM QUE SE BASEIA A CARGA IMEDIATA? Compreende-se que o dente parafusado ao osso, tolera um determinado nível de micromovimento. Se for bem pouquinho mesmo, terá até uma vantagem sobre outras técnicas, porque o osso pode ficar mais forte pelo esforço que o dente transmite. Se o esforço for muito grande, o efeito é contrário e ao invés do corpo conseguir construir osso, ele acaba não conseguindo e crescem fibras ao redor do implante. Por isso, é importante que o profissional escolha bem qual caso vai dar ser para carga imediata de implantes.
  3. QUE SITUAÇÕES NÃO PODEM RECEBER ESSA TÉCNICA. Sempre que o osso for muito pouco ou muito fino. Ou quando a pessoa tem um osso muito mole e poroso, o implante não consegue ficar fixo de forma adequada. Ou quando o implante é colocado no mesmo dia que se extrai, nem sempre será possível.
  4. QUAL SERIA OUTRA OPÇÃO SE NÃO DER PARA COLOCAR IMPLANTES EM CARGA IMEDIATA? Seria a técnica convencional em duas etapas: primeiro coloca-se o implante, aguardam-se alguns meses (4 a 6 meses) para depois começar a montagem do dente. É uma técnica igualmente previsível e comprovada cientificamente.
  5. IMPLANTES QUE SUBSTITUEM DENTADURAS INFERIORES SEMPRE SÃO EM CARGA IMEDIATA. Porque os ossos da mandíbula são muito duros para todas as pessoas. Os implantes conseguem ficar bem firmes, além da barra metálica que os une. É a melhor indicação para a carga imediata.
Posted by Dra. Cristina Miura in Todos, 2173 comments
Implante dentário. O que é importante saber, principalmente se já tem implantes na boca.

Implante dentário. O que é importante saber, principalmente se já tem implantes na boca.

Quer colocar ou já tem implante? Saiba o que é importante saber para mantê-los em saúde por toda a vida.

Sou Dra.Cristina Miura, periodontista e implantodontista. Trago aqui informações importantes a serem observadas para quem já tem ou quer colocar implantes dentários.

Higiene bucal com escova e fio dental. O implante não vai cariar, mas nem por isso dispensam cuidados. A escovação precisa ser redobrada, principalmente porque o diâmetro do implante é sempre menor que o do dente natural. Portanto, o espaço entre o dente da prótese e a gengiva é maior e a escova deve ser direcionada especialmente para esse espaço. O implante dentário também requer o uso de fio dental diariamente, mas de forma diferente do dente. Por ser cilíndrico, a técnica para o uso do fio dental precisa ser em “X”. Somente isso garantirá que o seu implante está perfeitamente higienizado.

Uso de aparelhos com jato d’água para próteses sobre implante tipo protocolo. Protocolo é o nome da prótese que recebeu esse nome pelo médico sueco Per Ingvar Branemark. Ele foi o idealizador dos implantes dentários, chamou a prótese que substitui a dentadura de “protocolo Branemark”.

Se você substituiu a dentadura móvel por uma prótese fixa, parafusada sobre implantes, tem uma prótese tipo protocolo. Estas próteses precisam de um recurso a mais do aparelho que jateia água fortemente entre o dente e a gengiva para remover parte da placa bacteriana e restos de alimentos. Diversas marcas comerciais estão disponíveis no mercado como Waterpick ou Jetpik. Providencie um desses equipamentos, se ainda não tem. São imprescindíveis para a higiene e saúde dos implantes.

Desmonte periódico de próteses sobre implante tipo protocolo. Muita gente não sabe, mas essas próteses precisam ser desmontadas a cada 3, 6 ou 12 meses para a perfeita higienização interna. Afinal, qual a periodicidade ideal? Quem define isso é o profissional, pois depende da topografia da prótese e anatomia da boca, do risco individual em ter mais ou menos inflamação gengival e periimplantar e da habilidade manual de cada um em higienizar perfeitamente. Quem tem próteses menores, envolvendo menos dentes não precisa desse desmonte periódico. Somente da higienização profissional.

Troca anual de parafusos de próteses tipo protocolo. O último parafuso que une a prótese ao implante sofre de fadiga mecânica pelos esforços mastigatórios. Em geral, a cada ano de utilização, esses pequenos parafusos precisam ser substituídos, sob risco de fratura e amassamento das peças de titânio do implante. Pode ocorrer um dano permanente que inutilize o implante! Portanto, essa troca de parafusos é importantíssima!

Manutenções periódicas sobre a saúde bucal. Cuidar da saúde bucal é muito importante para reduzir ao máximo o risco de infecções dos dentes para os implantes. Mesmo quem não tenha mais dentes e somente implantes, também poderá ter infecções por falta de manutenções preventivas, onde a placa bacteriana antiga, cálculo, serão perfeitamente higienizadas para uma boca limpa, fresca e em perfeita saúde.

Bruxismo é o ato de apertar ou ranger os dentes, seja durante a noite ou dia. Observamos como sinais mais comuns a soltura da “tampa” do parafuso do implante, parafusos que se afrouxam ou próteses que se quebram. Os dentes precisam estar desencostados durante todo o tempo. Só se tocam durante a mastigação ou fala! Um profissional deve ser procurado com urgência, para a avaliação e confecção de uma placa em acrílico para proteção das próteses sobreimplantes. E o autocuidado redobrado diário para que os dentes se mantenham desencostados durante todo o dia! Persistindo o problema há um especialista da área de “Dor e Disfunção Temporomandibular – DTM”. Ele deverá ser consultado para a avaliação da gravidade do bruxismo. Este especialista também orientará sobre exercícios e condutas para o controle do bruxismo. Como consequência mais grave, é a fratura ou do dente, ou do parafuso ou do próprio implante.

Parafusos que se afrouxam. O dente sobre o implante dentário não pode ter parafusos se afrouxando. Se isso acontece com certa frequência, provavelmente está acontecendo o bruxismo.

Prevenção de diabetes. O diabetes é uma condição crescente nos últimos anos e interfere diretamente na saúde dos dentes e implantes. A quem já tenha sido diagnosticado, o cuidado com o diabetes manterá implantes e gengivas saudáveis. A quem não seja diabético, mas tenha um familiar de sangue com a condição, redobre os cuidado de saúde. Procure um nutricionista para orientações sobre o dieta saudável e invista em atividade física. E sempre atenção aos sinais precoces como perda óssea ao redor do implante observada pela radiografia anual. O sangramento ao uso de escova ou fio dental, gosto ou cheiro ruim também devem ser observados. São sinais de periimplantite. Precisam de acompanhamento urgente de um especialista!

Prevenção de osteoporose. Embora os ossos dos maxilares não sejam muito atingidos pela osteoporose, há uma informação muito importante para quem tem ou quer instalar implante dentário. A medicação mais usual para osteoporose não pode ser utilizada porque quem tem implantes dentários. Bem sério isso! Portanto, o mais importante seria a prevenção permanente da osteoporose.  Faça  acompanhamentos médicos periódicos, dieta adequada e exercícios físicos.

Medicamentos à base de bifosfonatos. São medicamentos para osteoporose, tomados em jejum uma vez por semana. Apresentam maior dificuldade na absorção, o que explica esse tipo de posologia. Ele medicamento evita a perda óssea, paralisando portanto o processo. Tudo certo até então. Mas na boca, as coisas são diferentes. Por conta dos grandes esforços mastigatórios, os ossos maxilares estão em constante microtrincamentos, que o corpo naturalmente remodela, ou conserta. O corpo remove o que está ruim e reconstrói osso bom. No entanto, em uso desse medicamento, como não há remoção de osso, também não há reconstrução. E assim, os ossos continuam em microtrincamento com a chance do implante dentário cair em bloco, com osso e tudo.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter!  Ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como Implantodontista em Cascavel.

Posted by in Todos, 5432 comments